novas


. Intervalo-Escola: finalista do Prêmio Select de Arte e Educação. Veja aqui a publicação sobre a Intervalo-Escola: intervalo em curso, relativa aos processos vividos pelo grupo de trabalho ao longo das imersões no estado de São Paulo e do Amazonas.


. A Tropicalização do Norte: artista selecionado para participar desse seminário no Parque Lage, RJ, que premiará dois projetos com bolsa viagem à Documenta 14


. Explode! Residency e Ataque no Cidade Queer: lançamento da publicação impressa e do minidocumentário que compreende a curadoria dessa residência internacional e de uma batalha de dança, idealizada e realizada por Cláudio Bueno e João Simões, em colaboração com Lanchonete.org, Musagetes e grupo colaboradores

. Explode na mostra Motumbá: memórias e existências negras. Cláudio Bueno e João Simões realizaram, no Sesc Belenzinho, a curadoria do recorte LGBTQ+ da mostra, entre os meses de dezembro de 2016 e março de 2017.


. Explode! Umzabalazo: no mês de abril a plataforma Explode, junto ao Sesc-SP, trouxe ao Brasil a performer UMLILO & a dupla Stash Crew, da África do Sul, que apresentaram o projeto Rainbow Riots Tour, no Sesc Belenzinho (28/04) e Itaquera (29/04), além de liderarem um workshop no Sesc Santana entre 1 e 5 de maio.

Redes Vestíveis, 2010
Performance coletiva
Aparelhos celulares, internet 3G, GPS

Menção Honrosa
Prix Ars Electronica 2011 (Linz/Austria)
Comissionado por
Festival Arte.Mov 2010 (Brasil)
Exibições
Festival Arte.mov 2010
Mostra Sesc de Artes 2010
Circuito Arte.mov, 2011, Baró Galeria (exibição do vídeo-registro do trabalho)

Sobre
Redes Vestíveis é uma performance coletiva baseada numa rede virtual elástica, geolocalizada e graficamente representada nas telas de aparelhos celulares. Duas ou mais pessoas conectam-se a ela e tornam-se novos nós da trama -, que se tensiona por meio de movimentos e deslocamentos físicos em espaços próximos ou distantes.

O corpo que se movimenta dentro da rede virtual incita o movimento dos outros, que caso não se movimentem também, fazem esgarçar e estourar os nós da rede, desconectando o sujeito participador do trabalho.

Pretende-se sugerir novas experiências para este corpo espacialmente localizado e em rede, que performa diante do que não vê, mas sente, entre corporal e incorporal.

O trabalho não possui regras fixas entre estar dentro ou fora da rede, gerando assim constantes redesenhos e agrupamentos locais e globais.

A aplicação esteve disponível gratuitamente para download nas lojas Google Play e Apple Store e voltará a funcionar em breve, após update da programação.

Referências
Rede de Elástico,1974 - Lygia Clark
Divisor, 1964-2010 - Lygia Pape

Citações ou Para saber mais
- Cláudio Bueno, "Always Something Between Us", In Circulation, 2014
- Josy Panão. A performatividade da recepção na arte contemporânea: o outro experimentador nos processos de criação de Lygia Clark, Ricardo Basbaum e Cláudio Bueno. Dissertação de Mestrado. PUC-SP
- Catálogo Prix Ars Electronica, 2011, p.81 (PDF)
- Giselle Beiguelman, Artemídia hoje: da interação ao agenciamento, 2011. Palestra proferida no Itaú Cultural
- Maria Thereza Santoro, "Ars Electronica", 2011
- Christus Nóbrega, Tese de doutorado, UNB, "há_bit: tratado superficiall de arquitetura cíbrida", 2011
- Marcus Bastos, Festival Arte.mov, "Localização: Hemisfério Sul", 2012
- Vídeo "Arte.Mov, 2010", registro do trabalho ocorrendo em Belo Horizonte
- Rosemery Sacashima, A realidade aumentada: desafios técnicos e algumas aplicações em jogos e nas Artes Visuais, 2011, Dissertação de Mestrado, ECA-USP.
- Thiago Venanzoni, The Creators Project, "The Invisible Rubber Band That Connects Us All", 2011
- Nina Gazire, Revista Select, "Muito além da interface", 2013
- Lorea Iglesias, Blog, "Mobile Art", 2011 (Barcelona)
- Gabi Augustini, Aula FGV, "Novas Mídias, Cultura e Tecnologia", 2014

Créditos
Programação: Roger Sodré
Vídeo-registro: André Toldo e Cauê Ito

Agradecimentos
Ananda Carvalho, Carolina Godefroid, Cassio Quitério, João Marcelo Simões, Luciano Bonachela, Lucas Bambozzi, Marcus Bastos, Rita Wu, Salete dos Anjos, Sandra Leibovici e Simone Avancini.

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_redesvestiveis_claudiobueno_foto_caueito_baixa.jpg
 
 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_redesvestiveis.jpg
 
 
 
 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_redesvestiveis_claudio_bueno_bh_telaaparelho.jpg

Interface de visualização das movimentações dentro da rede.

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_100_sescipiranga_99_94.jpg

Participantes no Sesc Ipiranga em São Paulo

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_redesvestiveis_claudio_bueno_meninas_bh.jpg

Participantes na Praça da Estação em Belo Horizonte

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_redes_vestiveis_bh_praca_da_estacao2.jpg

Participantes na Praça da Estação em Belo Horizonte

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_sescinterlagos_99_11.jpg

Participantes no Sesc Interlagos, São Paulo

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_100_sescipiranga_99_52.jpg

Participantes no Sesc Ipiranga, São Paulo

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_100_sescipiranga_99_91.jpg

Participantes no Sesc Ipiranga, São Paulo

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_100_sescipiranga_99_3.jpg

Montagem no quintal do Sesc Ipiranga, 2010, São Paulo

 
http://buenozdiaz.net/files/gimgs/th-7_montagem_artemov_bh.jpg

Montagem no Festival Arte.mov, 2010, Belo Horizonte